Declaração Anual 2021
DASN-SIMEI

A Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI) é uma das
obrigações do microempreendedor. Ao fazer sua DASN-SIMEI, você deve
informar seu faturamento bruto. Isto é: tudo que vendeu no ano anterior,
independentemente de ter emitido nota fiscal ou não.
Caso sua empresa não tenha faturado nada, você também tem
a obrigatoriedade do envio da declaração informando R$ 00,00.

Apresentar a declaração é de fundamental importância para que o MEI
fique em dia com as suas obrigações fiscais perante a Receita Federal.

O prazo para a entrega é dia 31 de Maio de 2021 e preparamos um passo a passo
para te ajudar a fazer a declaração em poucos minutos!

Confira

PASSO A PASSO:
COMO DECLARAR?

Declaração Anual 2021
DASN-SIMEI

a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) é uma das obrigações do microempreendedor. Ao fazer sua DASN, você deve informar seu faturamento bruto. Isto é: tudo que vendeu no ano anterior, independentemente de ter emitido nota fiscal ou não.

Apresentar a declaração é de fundamental importância para que o MEI fique em dia com as suas obrigações fiscais perante a Receita Federal.

O prazo para a entrega é dia 31 de Maio de 2021 e preparamos um passo a passo para te ajudar a fazer a declaração em poucos minutos.

Confira

PASSO A PASSO:
COMO DECLARAR?

Passo 1

Reúna os relatórios das receitas brutas

O relatório mensal das receitas brutas deve ser usado na declaração do MEI. Esse relatório é uma obrigação do MEI e deve ser preenchido até o dia 20 de cada mês com a receita obtida durante o mês anterior. Se você possui um contador, esse relatório é feito de acordo com os registros contábeis.

Dica: a contabilidade Qipu te ajuda a fazer esses relatórios através do aplicativo.

Passo 2

Acesse o Portal do Empreendedor

No Portal do Empreendedor, clique em “Já sou MEI”. Na próxima página clique em “Declaração Anual de Faturamento”. Será aberta uma nova janela. Tenha o CNPJ em mãos para o preenchimento do próximo passo da declaração.

Passo 3

Selecione o ano-calendário

Selecione o ano ao que se refere a Declaração na linha "Original" e clique em "continuar".

Passo 4

Informe a Receita Bruta Total do ano de 2020

Na próxima página informe a receita bruta total da sua empresa no ano. Esse campo se refere a todas as vendas de mercadorias e produtos do ano de referência. Preencha também o valor referente às atividades de comércio, indústria e serviço de transporte intermunicipal e interestadual. Informe em seguida se a sua empresa possui ou não empregados.

Passo 5

Confira os dados dos pagamentos

Na próxima tela aparecerá uma lista com todos os pagamentos efetuados ao longo do ano. Caso conste alguma guia em aberto, você poderá continuar a sua declaração normalmente, no entanto é necessário que se realize o pagamento da guia em atraso o mais rápido possível.

Passo 6

Imprima o recibo da Declaração Anual

Após clicar em "transmitir", clique no campo de imprimir a declaração anual do MEI. Na declaração impressa devem constar a data e hora que a declaração foi feita e todas as informações prestadas, além do número de controle. Essa declaração deve ser guardada pela empresa com demais documentos referentes à declaração anual.

Passo 1

Reúna os relatórios das receitas brutas

O relatório mensal das receitas brutas deve ser usado na declaração do MEI. Esse relatório é uma obrigação do MEI e deve ser preenchido até o dia 20 de cada mês com a receita obtida durante o mês anterior. Se você possui um contador, esse relatório é feito de acordo com os registros contábeis.

Dica: a contabilidade Qipu te ajuda a fazer esses relatórios
através do aplicativo
.

Passo 2

Acesse o Portal do Empreendedor

No Portal do Empreendedor, clique em “Já sou MEI”. Dentre as opções, selecione "Declaração Anual de Faturamento". Na próxima página clique no primeiro bloco, que possui uma seta estampada. Será aberta uma nova janela. Tenha o CNPJ em mãos para o preenchimento do próximo passo da declaração.

Passo 3

Selecione o ano-calendário

Selecione o ano ao que se refere a Declaração na linha "Original" e clique em "continuar".

Passo 4

Informe a Receita Bruta Total do ano de 2020

Na próxima página informe a receita bruta total da sua empresa no ano. Esse campo se refere a todas as vendas de mercadorias e produtos do ano de referência. Preencha também o valor referente às atividades de comércio, indústria e serviço de transporte intermunicipal e interestadual. Informe em seguida se a sua empresa possui ou não empregados.

Passo 5

Confira os dados dos pagamentos

Na próxima tela aparecerá uma lista com todos os pagamentos efetuados ao longo do ano. Caso conste alguma guia em aberto, você poderá continuar a sua declaração normalmente, no entanto é necessário que se realize o pagamento da guia em atraso o mais rápido possível.

Passo 6

Imprima o recibo da Declaração Anual

Após clicar em "transmitir", clique no campo de imprimir a declaração anual do MEI. Na declaração impressa devem constar a data e hora que a declaração foi feita e todas as informações prestadas, além do número de controle. Essa declaração deve ser guardada pela empresa com demais documentos referentes à declaração anual.

Cuidado para não perder o prazo!

O último dia para fazer a declaração anual do MEI é dia 31 de maio. Após esse prazo é aplicada uma multa de R$50,00!
É importante lembrar que caso não seja efetuada a contribuição obrigatória durante 12 meses consecutivos, o MEI pode ter seu registro suspenso e, posteriormente, cancelado.
Cuidado para não perder o prazo!

O último dia para fazer a declaração anual do MEI é dia 31 de maio. Após esse prazo é aplicada uma multa de R$50,00!
É importante lembrar que caso não seja efetuada a contribuição obrigatória durante 12 meses consecutivos, o MEI pode ter seu registro suspenso e, posteriormente, cancelado.

DÚVIDAS?

O que acontece se eu não entregar a Declaração Anual?

Quando o MEI não entrega sua Declaração Anual dentro do prazo (31 de maio), o maior problema é que ele pode ficar impossibilitado de gerar os boletos mensais do DAS, consequentemente se tornando inadimplente e irregular junto a Receita Federal. Além disso, há cobrança de multa no valor de R$50,00 para declarações efetuadas após a data limite.

Declaração Anual e Imposto de Renda são a mesma coisa?

Muitas pessoas confundem a declaração com o Imposto de Renda, porém vale lembrar que os documentos são diferentes e ambos devem ser entregues em suas respectivas datas.

A DASN–Simei é obrigatória para todos os MEIs, mesmo sem movimento, e deve ser transmitida a cada ano, com informações relativas ao microempreendedor individual (CNPJ). Já a declaração de IRPF é obrigatória apenas em determinadas situações, relativas à pessoa física (CPF).

Como consultar minha Declaração Anual?

Para verificar se a sua Declaração Anual foi entregue de forma correta, você pode visualizar os extratos no sistema do Simples Nacional. Assim, você poderá ter a certeza de que sua empresa está com todos os deveres em dia.

Veja um passo a passo aqui

Como retificar minha Declaração Anual?

Esse procedimento é quase tão simples quanto preencher a própria DASN-SIMEI. É preciso apenas fazer uma Declaração Retificadora, e para isso basta marcar a opção “Retificadora” no “Tipo de Declaração”, logo abaixo do campo “Original”, onde você faz sua DASN-SIMEI todos os anos normalmente, e escolher o ano referente.